Próxima Parada | Alcatraz

Depois de muito procrastinar, FINALMENTE, vim falar um pouquinho sobre a viagem que fiz no final do ano passado. Como falei aqui, fiz uma viagem para a Califórnia em novembro e a cidade que eu fiquei foi San Francisco.

No meu segundo dia, primeiro dia completo em SanFran, eu visitei a Ilha de Alcatraz.

Como podem perceber, o dia não estava dos mais bonitos

A famosa Ilha já foi cenário de inúmeras histórias, a prisão de segurança máxima dos EUA já foi morada de Al Capone, mas hoje é um museu que recebe milhões de visitantes ao ano. A travessia para a ilha é feita por ferryboat, já que Alcatraz fica a 2 quilômetros e meio da cidade, circulado pela “congelante” água da baía de São Francisco.

No museu, muitas celas estão preservadas com objetos da época, inclusive o buraco feito pelos únicos fugitivos de Alcatraz. Disponível em diversas línguas, o passeio pode ser feito com um áudio tour, nele conhecemos um pouco da história da prisão e de seus prisioneiros, até as vozes são alteradas quando um dos detentos está “falando”.

Com uma vista fantástica de São Francisco [no dia que eu fui estava nublado, mas não tirou o encanto], eu recomendo o passeio para todos que possuem interesse pela história. A compra é bem simples! Basta acessar o site oficial e agendar o seu passeio, dia e horário. Com pacotes diferentes para cada programa que eles oferecem, o mais simples, que contempla o passeio + áudio tour custa:

Adultos (18-61)  – $37,25
Jovens (12-17) – $37,25
Crianças (5-11) – $23,00
Idosos (+62) – $35,25
Babys (0-4) – $0,00
[valores do dia 15/06/2017]

Tem interesse nesta visita? Já visitou? Me conte nos comentários!

Desafio Jane Austen

Hey Galera!

Que eu sou apaixonada por livros e filmes vocês já sabem. Contudo, tenho reparado que a minha lista de filmes assistidos no ano está muito mais acelerada que a de leituras, pensando nisso decidi participar de um desafio. Não vou colocar tempo determinado, pois esse ano apresento o meu TCC, então nunca sei o que será o dia de amanhã, por isso será uma meta de vida.

Sou apaixonada pela Jane Austen e “vasculhando” essa internet encontrei o desafio perfeito, ele mistura livros, séries e filmes. Criado pela Petra do blog ‘Na Próxima Página‘, essa lista foi complementada pela Tâmara do ‘Livreando“. Confira abaixo e se sinta convidada a participar também!

Lista para o desafio

Livros escritos pela Jane Austen + series e filmes que tiverem os mesmos como base

Orgulho e Preconceito | Filme de 2005 | Serie de 1995
Mansfield Park | Filme de 1999 | Filme de 2007
A Abadia de Northanger | Filme de 2007
Persuasão | Filme de 2007
Razão e Sensibilidade | Filme de 1995 | Serie de 2008
Emma | Filme de 1996 | Serie de 2009
Livros da Juventude

Lady Susan
Jack e Alice
Novelas inacabadas de Jane Austen

Os Watsons
Sanditon
Livros, filmes e series que tiveram como inspiração a vida e obra de Austen

O Diário de Bridget Jones | Filme de 2001
Bridget Jones: No limite da Razão |Filme de 2004
Bridget Jones: Louca pelo Garoto
Austenlândia | Filme de 2013
Meia-noite na Austenlândia
Eu fui a melhor amiga de Jane Austen
As Sombras de Longbourn
Jane Austen: Uma vida revelada
As memórias perdidas de Jane Austen
Orgulho e Preconceito e Zumbis | Filme de 2016
Jane Austen – A Vampira
A Fórmula do Amor: Segredos de Jane Austen para os Relacionamentos
✓ Filme Amor e Inocência
Filme Miss Austen Regrets
✓ Filme As patricinhas de Beverly Hills
✓ Filme O Clube de Leitura de Jane Austen
✓ Filme A Casa do Lago
✓ Filme Noiva e Preconceito (Bride and Prejudice)
Filme Sem Prada Nem Nada
Filme Aisha
Serie North and South
Serie Lost in Austen
Serie Morte em Pemberley
WebSerie The Lizzie Bennet Diaries
WebSerie Emma Approved

5 Filmes Girl Power | Netflix

Depois de ter assistido Mulher Maravilha, não consegui pensar em outro tema para a minha retomada aqui no blog (agora é pra valer). Assim, escolhi 5 filmes Girl Power do catálogo da Netflix. A heroína da DC quebra algumas barreiras em seu mais novo filme, passado no período da Primeira Guerra Mundial.

Diana Prince nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

Confira abaixo os 5 filmes selecionados:

1. A Princesa e o Sapo (2009)

Ambientado na lendária cidade de Nova Orleans, berço do jazz, o longa-metragem apresenta a mais nova princesa da Disney, Tiana, uma joven afro-americana que vive no encantador bairro francês. Do coração dos místicos pântanos da Louisiana e às margens do poderoso rio Mississippi chega uma história de amor inesquecível, com a participação de um cocrodilo cantor, com toques de vudu e os encantos da cultura Cajun.

Comentário: Diferente da maioria das princesas, ela não mora em um castelo, não tem empregados que lhe servem e não sonha em se casar com um príncipe e usar vestidos de baile o tempo inteiro. Um dos primeiros filmes da Disney em que a mulher não depende de um homem para fazer o que quer. Tiana, não é apenas a primeira princesa negra, como também  é uma personagem que vai em busca dos seu sonho.

2. Valente (2012)

A jovem princesa Merida foi criada pela mãe para ser a sucessora perfeita ao cargo de rainha, seguindo a etiqueta e os costumes do reino. Mas a garota dos cabelos rebeldes não tem a menor vocação para esta vida traçada, preferindo cavalgar pelas planícies selvagens da Escócia e praticar o seu esporte favorito, o tiro ao arco. Quando uma competição é organizada contra a sua vontade, para escolher seu futuro marido, Merida decide recorrer à ajuda de uma bruxa, a quem pede que sua mãe mude. Mas quando o feitiço surte efeito, a transformação da rainha não é exatamente o que Merida imaginava… Agora caberá à jovem ajudar a sua mãe e impedir que o reino entre em guerra com os povos vizinhos.

Comentário: Mais um filme da Disney que a personagem é uma mulher forte. Valente foge do óbvio de filmes de princesas e trabalha o lado família família, e todos os seus problemas, principalmente na relação de pais e filhos, no caso do filme, de Merida com sua mãe, a rainha Elenor. Uma história bastante real, que retrata problemas que todos nós já passamos com os pais.

3. Kill Bill: Volume 2 (2004)

Após ser traída por Bill (David Carradine) e seu antigo grupo, uma mulher (Uma Thurman) fica à beira da morte por 4 anos. Após despertar do coma ela parte em busca de vingança, indo atrás de cada um dos seus antigos companheiros para matá-los.

Comentário: Diria que todos os filmes dessa série, mas como na Netflix temos apenas o segundo, foi ele que entrou em nossa lista. Um filme de Tarantino, então já podemos saber que terá muita violência, mesmo esse sendo mais light que o primeiro. Considero ‘A Noiva’ como uma super heroína, afinal ela arrasa… Assista que você irá compreender!

4. Orgulho e Preconceito (2005)

Inglaterra, 1797. As cinco irmãs Bennet – Elizabeth, Jane, Lydia, Mary e Kitty foram criadas por uma mãe que tinha fixação em lhes encontrar maridos que garantissem seu futuro. Porém Elizabeth deseja ter uma vida mais ampla do que apenas se dedicar ao marido, sendo apoiada pelo pai. Quando o sr. Bingley, um solteiro rico, passa a morar em uma mansão vizinha, as irmãs logo ficam agitadas. Jane logo parece que conquistará o coração do novo vizinho, enquanto que Elizabeth conhece o bonito e esnobe sr. Darcy. Os encontros entre Elizabeth e Darcy passam a ser cada vez mais constantes, apesar deles sempre discutirem.

Comentário: Quer uma mulher mais a frente do seu tempo do que Elizabeth Bennet? Uma mulher de personalidade forte em plena Inglaterra de 1979, não tem como não se apaixonar por essa adaptação da obra literária de Jane Austen.

5. 10 Coisas que eu Odeio em Você (1999)

A situação está tensa na casa dos Stratford. Bianca (Larisa Oleynik) não vê a hora de arranjar um namorado, mas seu pai (Larry Miller) não permite que ela saia com garotos. Após muita insistência, o pai toma uma resolução: Bianca pode namorar, desde que sua irmã, Katharina (Julia Stiles), namore também. Só que Katharina é uma verdadeira megera, que não tem amigos na escola nem em lugar algum. Para resolver a questão, Cameron (Joseph Gordon-Levitt), apaixonado por Bianca, resolve custear Patrick Verona (Heath Ledger) na tentativa de fazer com que Katharina se apaixone por ele.

Comentário: Inspirada em a Megera Domada, esse filme nos apresenta Kat, uma garota bastante diferente das que frequentam sua escola. Um filme que fala de amor adolescente, mas que não fica preso a isso. Super recomendo.

Gostou das minhas indicações? Acha que faltou algum nessa lista? Conte nos comentários!

Escritora Andreia Evaristo

O ‘Viajando Entre Mundos’ tem o orgulho de anunciar a primeira parceria: a escritora Andreia Evaristo! Venha conhecer um pouquinho sobre ela.

Sobre a Autora:

 

Escritora, blogueira, professora, youtuber, casada, leonina, gateira, uma Alice com síndrome de Peter Pan e mil e uma utilidades.

Seus Livros:

Allegra antes do play

Skoob | Wattpad | Amazon

Sinopse: 

Allegra é uma figura peculiar: gorda, baixa, branquela e com um estilo retrô. Apesar disso, é o clichê da Cinderela: órfã de pai e mãe, mora com a madrasta Maura e suas duas filhas, Pam e Mel, que são tudo o que ela não é: altas, magras, lindas e negras. Para completar a imagem da gata borralheira, Allegra trabalha para as irmãs, editando seus vídeos para canal Be Twins no Youtube.

Estudante de Letras, Allegra sonha em se tornar escritora. Mesmo sua melhor amiga Verônica insistindo que ela deveria publicar suas histórias na Amazon, Allegra insiste em publicar tudo gratuitamente pelo Wattpad, porque não acredita que alguém pagaria para ler o que ela escreve. Um de seus leitores, com o pseudônimo de “Orfeu apaixonado”, começa a se corresponder com ela por email, e Allegra percebe que sua admiração extrapola sua escrita. Ela não pode negar que também acaba se interessando por ele, mesmo sem saber quem ele é.

Tudo muda no dia em que Allegra recebe um email de Orfeu, que chega através da conta de um canal do Youtube chamado Os MosqueteiroZ. Curiosa, ela descobre que o canal é mantido por três youtubers famosos – Darta, Fred e Constantin – e que um deles deve ser Orfeu. O problema é que eles acabam de lançar um concurso de vídeos, com o lema Seja sua melhor versão, concurso este que as irmãs pretendem ganhar a qualquer custo, o que inclui, se necessário for, dar em cima dos youtubers.

 

Chiclete Para Guardar Pra Depois

Skoob | Wattpad | Amazon

Sinopse:

“Chiclete pra Guardar pra Depois” (Editora Areia, 117 pág., 2016) reúne 37 crônicas nas quais a autora reflete sobre amadurecimento e sobre o mundo contemporâneo. Em tom quase de confissão, é como se Andreia abrisse seu diário para o leitor e dialogasse com ele sobre as agruras de crescer – principalmente para as meninas.” (Jornal A Notícia, 08/08/16)

 

 

 

 

Teremos outras novidades. Não deixe de nos acompanhar!